"Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia". (Vinícius de Moares)

19 agosto 2016

Coração Partido

De coração partido eu entendo bem. A gente permanece até a última gota, e sempre arranja um estoque inteiro pra continuar. Permanece jurando ser a última briga, que rende por várias e várias outras discussões. Permanece desculpando cada mentira, das banais à coisas sérias. Permanece com a certeza de ser diferente, mas acontece sempre do mesmo jeito e acaba da mesma forma. De decepções o coração tá cheio, mas sempre arranjamos um jeito de obter mais algumas. A gente insiste por saber que a falta daquela pessoa será pior do que permanecer ali, mesmo que doa. Insiste porque a sua vida já não é mais tão sua assim. Insiste pois o amor que você sente pela pessoa é tão único que nenhuma outra será capaz de fazer com que você sinta novamente. E é de tantas permanências e insistências que a gente acaba cansando. E desiste. E como dói ter que jogar no ar tudo o que se construiu até hoje, e deixar que o vento os levem pra longe, sem retorno. Como dói ter que dizer para o coração que é o fim, e guardar na gaveta o amor tão intenso como esse. E a gente continua, a vida continua. Sorrisos são esbanjados no decorrer dos dias, para centenas de pessoas, sem ninguém saber o quão difícil está dentro da gente, a tamanha tristeza que nos persegue. A gente continua, sem noticias, sem aquelas conversas meia boca e a suavidade daquela voz que fazia a trilha sonora de nossas vidas. A gente continua, mesmo depois do fim, carregando as dúvidas, incertezas e até mesmo as juras esquecidas ao decorrer do tempo. E mesmo aceitando, a gente sempre espera ser diferente o fim da história, e ora  para uma nova página, pela lucidez daquele certo alguém.

17 junho 2016

Nem sempre nós ficamos com os amores das nossas vidas


Eu acredito em grandes amores.

Mas falo e namoro como se não acreditasse.

Eu não tenho expectativas fúteis para o romance. Eu não estou à espera de sentir aquela sensação estranha de estar a flutuar. Eu sou um daqueles indivíduos raros, talvez um pouco cansados, que realmente gosta deste ambiente atual de conexão entre as pessoas e é feliz por viver numa época em que a monogamia não é necessariamente a norma.

Mas eu acredito em grandes amores, porque já tive um.

Eu tive esse amor que tudo consome. O amor do tipo “eu não posso acreditar que isto existe no mundo físico.”

O tipo de amor que irrompe como um incêndio incontrolável e então se torna brasa que queima em silêncio, confortavelmente, durante anos. O tipo de amor que escreve romances e sinfonias. O tipo de amor que ensina mais do que tu pensaste que poderias aprender, e dá de volta infinitamente mais do que recebe.

É amor do tipo “amor da tua vida”.

E eu acredito que funciona assim:

Se tu tiveres sorte, conhecerás o amor da tua vida. Tu estarás com ele, aprenderás com ele, darás tudo de ti a ele e permitirás que a sua influência te mude em medidas insondáveis. É uma experiência como nenhuma outra.

Mas aqui está o que os contos de fadas não te vão dizer – às vezes encontramos os amores das nossas vidas, mas não conseguimos mantê-los.

Nós não chegamos a casar-nos com eles, nem passamos anos ao lado deles, nem seguraremos as suas mãos nos seus leitos de morte depois de uma vida bem vivida juntos.

Nós nem sempre conseguimos ficar com os amores da nossa vida, porque no mundo real, o amor não conquista tudo. Ele não resolve as diferenças irreparáveis, não triunfa sobre a doença, ele não preenche fendas religiosas e nem nos salva de nós mesmos quando estamos perdidos.

Nós nem sempre chegamos a ficar com os amores das nossas vidas, porque às vezes o amor não é tudo o que existe. Às vezes tu queres uma casa num pequeno país com três filhos e ele quer uma carreira movimentada na cidade. Às vezes tu tens um mundo inteiro para explorar e ele tem medo de se aventurar fora do seu quintal. Às vezes tu tens sonhos maiores do que os do outro.

Às vezes, a maior atitude de amor que tu podes ter é simplesmente deixar o outro ir.

Outras vezes, tu não tens escolha.

Mas aqui está outra coisa que não te vão contar sobre encontrar o amor da tua vida: não viveres toda a tua vida ao lado dele não desqualifica o seu significado.

Algumas pessoas podem amar-te mais em um ano do que outras poderiam te amar em cinquenta anos. Algumas pessoas podem ensinar-te mais em um único dia do que outras durante toda a sua vida.

Algumas pessoas entram nas nossas vidas apenas por um determinado período de tempo, mas causam um impacto que mais ninguém pode igualar ou substituir.

E quem somos nós para chamar essas pessoas de algo que não seja “amores das nossas vidas”?

Quem somos nós para minimizar a sua importância, para reescrever as suas memórias, para alterar as formas em que nos mudaram para melhor, simplesmente porque os nossos caminhos divergiram? Quem somos nós para decidir que precisamos desesperadamente substituí-los – encontrar um amor maior, melhor, mais forte, mais apaixonado que pode durar por toda a vida?

Talvez nós devêssemos simplesmente ser gratos por termos encontrado essas pessoas.

Por termos chegado a amá-las. Por termos aprendido com elas. Pelas nossas vidas se terem expandido e florescido como resultado de tê-las conhecido.

Encontrar e deixar o amor da tua vida não tem que ser a tragédia da tua vida.

Deixá-lo pode ser a tua maior bênção.

Afinal, algumas pessoas nunca chegam sequer a encontrá-lo.

Texto de Heidi Priebe (tradução)

06 maio 2016

Hoje vai ser assim...


"Hoje vai ser assim
Em qualquer lugar 
Na sala 
No quarto
No carro 
Em qualquer lugar
Acordei com fome de você
Fome da sua voz 
Me mandando gemer baixinho 
Me provocando 
Fazendo eu gemer bem alto
Eu não quero com força 
Eu quero com intensidade 
Te quero com sede hoje 
Porque meu corpo vai ser água pra você beber
Eu quero você bebendo bem devagar 
Quase parando
Me olhando nos olhos 
Com esse sorriso de lado
Essa cara de safado
Pronto pra se afogar
Se afoga em mim
Vem que eu deixo 
Hoje eu deixo tudo 
Vem por trás 
Sem medo 
Pode vir 
Eu tô querendo tudo que tenho direito.
Você sabe que comigo não tem tabu
Não tem desejo reprimido 
Eu sei que quando você fode comigo 
Você mata a sua sede
Eu sou sua por prazer 
Faço questão de ver você por baixo 
Assustado 
Espantado 
Se perguntando onde eu escondo esse fogo
E porque será que a minha cara não mostra a louca que eu sou por dentro
Eu sento 
Eu rebolo 
E você pede mais 
Pede 
Pede mesmo
Eu adoro quando você pede
Porque na cama é o único lugar 
Onde eu vou te obedecer
É isso que te faz voltar 
É isso que não deixa você se perder no caminho
Eu não me importo quando você some
Porque é da minha boca que você sente falta 
E no meu colo você gosta de dormir
Na cama eu te faço homem 
E de manhã eu te faço menino
Sou sua menina num domingo a tarde 
Mas no sábado à noite eu pego fogo
Te mordo 
Te engulo por inteiro
Meu quarto é santuário de arte 
Mas hoje à noite
Quando você vier
Ele vai ser nosso puteiro
Essa putaria é santa 
Batizamos ela com o nosso amor.
E se algum dia o amor faltar
Não vai bater o desespero
Porque paixão é o que não falta
E sempre que eu quiser ser sua água
Você por mim, vai sentir sede."

-Helena Ferreira.

01 março 2016

Janelas da Alma

O que se vê de olhos abertos, não se compara ao que se vê de olhos fechados.
De olhos abertos, vejo coisas boas e, ruins
De olhos fechados tenho o poder de escolher o que desejo ver
Fecho os olhos e consigo ver que o mundo é maior do que parece,
Consigo andar por lugares que nunca imaginei que conheceria
Consigo ver minhas dificuldades, menores do que se apresentam
Consigo voltar no tempo, todas as vezes que sentir saudades
Consigo trazer pra perto, pessoas que partiram
Fecho os olhos e as janelas se abrem me possibilitando enxergar grandes possibilidades
Os ferrolhos das portas rangem ao abrir, para chamar minha atenção a coisas boas que estão do outro lado.
Do lado de cá, de olhos abertos, sinto-me preso a uma realidade que me consome aos poucos,
Do outro lado, de olhos fechados, sinto que sou livre para ousar coisas grandes, 
Do lado de cá, sinto-me refém das circunstancias,
Do outro lado, sou o senhor do meu destino.
O meu grande desafio... A minha maior conquista...
É enxergar de olhos abertos o que tanto almejo quando fecho os olhos.

01 dezembro 2015

O que Felicidade?

Felicidade não é só dinheiro ou ganhar e ter coisas caras. A Felicidade está nos detalhes. É ser surpreendido! É receber um bom dia, um boa tarde, um boa noite inesperado. É ganhar um abraço, um carinho, um afeto quando menos se espera. É você ter alguém para compartilhar os momentos bons, é poder desfrutar da companhia de alguém que te faz sorrir. É ter alguém que te faz feliz, que te faz sorrir nos momentos tristes, que te faz se sentir confortável quando está com ele e te da liberdade de ser você mesmo, sem precisar esconder nada, sem precisar fingir nada. É ter alguém que te transmite paz, que te passa liberdade. É poder sorrir e saber que por mais difícil que seja o momento que você está passando, você não está sozinho.
— Bárbara Flores

23 novembro 2015

Aqui pensando...

“Eu tenho pensado nas pessoas que me somam. Naquelas que perdem seu tempo e energia comigo, insistindo de várias formas, para que o meu riso seja constante e as preocupações, pequenas. Naquelas pessoas que me pegam pela mão e me ajudam a atravessar abismos.
Eu tenho pensado nas pessoas que fazem abrigo no coração, pra eu morar. Naquelas que tecem milhares de sorrisos no meu rosto. Naquelas que constrõem inúmeras certezas em cima do meu medo. Naquelas que falam bonito, depois de uma tempestade emocional desabar sobre o meu quintal. Naquelas que plantam pés de esperança, no vaso de entrada, pra encantar meu olhar.
Àquelas pessoas que não desistem
da gente, eu agradeço." 
Cris Carvalho

17 novembro 2015

Teu Olhar...



"E o que me mata é olhar no fundo dos seus olhos e ver neles o mesmo brilho, a mesma leveza e sentir o seu sorriso me dizendo em entrelinhas, que a nossa história louca e mal escrita não acabou.
É o que me mata e me dá vida. 

E a ternura que eu sinto a cada vez que você me olha e sorri,o seu carinho, a importância que eu tenho na sua vida, esse sentimento maluco que você tem por mim e não sabe nem o que é, isso tudo se confunde com o amor.
Mas eu sei, eu sei que não é amor.
E você também sabe.
Talvez seja por isso que você me mantém sempre por perto, porque você precisa do meu carinho pra alimentar o seu vazio e te trazer paz por algum tempo, mas não me mantém do seu lado, porque pra caminhar junto é preciso o amor.
E é nessa que a gente vai seguindo. 
E mesmo distante você precisa sentir que eu estou por perto e te acompanho de longe, saber que eu ainda te quero, porque você se sente seguro, porque você sabe que eu vou estar lá quando você cair, com o meu carinho e a minha paz."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...