"Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia". (Vinícius de Moares)

20 dezembro 2011

Alguém Como Você


..."Eu odeio aparecer do nada, sem ser convidada Mas eu não pude ficar longe, não consegui evitar Eu tinha esperança esperança de que você me olhasse e se lembrasse De que pra mim, não acabou Deixa pra lá, eu vou encontrar alguém como você Não desejo nada além do melhor para você, também Não me esqueça, eu imploro, eu lembro você dizer: Às vezes, o amor dura Mas, às vezes, ao contrário, ele fere. Às vezes o amor dura, Mas, às vezes, ao contrário, ele fere Você saberia como o tempo voa Somente ontem foi o tempo das nossas vidas"...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...