"Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia". (Vinícius de Moares)

19 dezembro 2011

Me Chama...



"Chove lá fora
E aqui tá tanto frio
Me dá vontade de saber...

Aonde está você?
Me telefona
Me Chama!
Nem sempre se vê
Lágrima no escuro

Tá tudo cinza sem você
Tá tão vazio
E a noite fica
Sem porque...

Aonde está você?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...