"Com as lágrimas do tempo e a cal do meu dia eu fiz o cimento da minha poesia". (Vinícius de Moares)

20 dezembro 2011

Um Último Suspiro


 *A Mensagem Dedicada em Vídeo é Diferente da Letra Musical de Fundo.
One Last Breath- Creed

Parece que eu achei a estrada para lugar nenhum
E eu estou tentando escapar
Eu gritei quando ouvi o trovão
Mas o que me restou foi um último suspiro
E com ele deixe-me dizer,
Deixe-me dizer

Segure-me agora
Eu estou a sete palmos da beira e eu estou achando que
Talvez sete palmos
Não sejam tão distantes assim.

Estou olhando para baixo agora que tudo acabou
Refletindo sobre todos os meus erros
Eu pensei que havia encontrado a estrada para algum lugar
Algum lugar na Sua graça
Eu clamei aos céus "salve-me"
Mas o que me restou foi um último suspiro
E com ele deixe-me dizer,
Deixe-me dizer

Segure-me agora
Eu estou a sete palmos da beira e eu estou achando que
Talvez sete palmos
Não sejam tão distantes assim.

Segure-me agora
Eu estou a sete palmos da beira e eu estou achando que
Talvez sete palmos
Não sejam tão distantes assim.
Estou tão no distante

Olhos tristes me seguem
Mas eu ainda acredito que tenha restado algo para mim
Então, por favor, venha ficar comigo
Porque eu ainda acredito que tenha restado algo para mim e para você
Para mim e para você
Para mim e para você

Segure-me agora
Eu estou a sete palmos da beira e eu estou achando que

Segure-me agora
Eu estou a sete palmos da beira e eu estou achando que
Talvez sete palmos
Não sejam tão distantes assim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...